x

Ministério de Minas e Energia definiu leilão de Usinas da Cemig em quatro lotes – Com Felipe Montoro Jens

Inicialmente, o leilão seria em dois lotes, um com a usina de São Simão e outro lote com as demais, distribuídas em três sublotes

(DINO) 08/09/2017
Recentemente, houve alteração na organização do leilão marcado para ocorrer no fim de setembro das usinas hidrelétricas Jaguara, São Simão, Miranda e Volta Grande, todas da Companhia Energética de Minas Gerais S.A. (Cemig), uma das principais concessionárias de energia elétrica do Brasil. O Ministério de Minas e Energia publicou no Diário Oficial da União (DOU) uma portaria referente à mudança, indicando que as usinas hidrelétricas serão leiloadas separadamente, em quatro lotes distintos. Inicialmente, o leilão seria em dois lotes, um com a usina de São Simão e outro com as demais usinas, distribuídas em três sublotes, reporta o especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens.

De acordo com o texto do dia 24 de agosto, "a eficácia do contrato de concessão se dará mediante pagamento da bonificação pela outorga". Contudo, a portaria manteve a data do leilão das quatro usinas, que continua marcado para o dia 27 de setembro, salienta Felipe Montoro Jens.

A Cemig, porém, não quer abrir mão da concessão das usinas. A companhia tenta, tanto política quanto judicialmente, evitar que a licitação aconteça. O governo, por sua vez, afirma que o leilão será realizado no cronograma previsto. Com esse leilão, a arrecadação estimada é de cerca de R$ 11 bilhões e a União conta com esses recursos para fechar as contas do Orçamento deste ano, ressalta Felipe Montoro Jens.

Conheça as Usinas da Cemig

Usina Hidrelétrica de Jaguara: Localizada no município de Rifânia, na divisa dos estados de Minas Gerais e São Paulo, a obra teve início em 1966 e começou a operar cinco anos depois, em 1971. O comprimento da barragem é de 325m, com altura máxima de 40m. O volume do reservatório é de 470hm³, com quatro unidades geradoras e uma potência instalada de 424MW.

Usina Hidrelétrica de São Simão: Localizada na divisa dos estados de Minas Gerais e Goiás, a usina divide os munícipios de São Simão (GO) e Santa Vitória (MG). O especialista em Projetos de Infraestrutura Felipe Montoro Jens reporta que o início da construção foi no ano de 1973 e o início da operação da barragem em 1978. A usina possui 3.440m de comprimento e 127m de altura máxima, com um volume do reservatório de 12.540hm³, seis unidades geradoras e uma potência instalada de 1.710MW.

Usina Hidrelétrica de Miranda: Localizada no município de Indianópolis, às margens do rio Araguari, em Minas Gerais, a usina começou a ser construída em 1990 e iniciou as operações em 1998. A usina possui 1.050m de comprimento, 79m de altura máxima, com um volume do reservatório de 1.120hm³, três unidades geradoras e potência de 408MW.

Usina Hidrelétrica de Volta Grande: Localizada no município de Miguelópolis, em São Paulo. O início da construção foi em 1970 e o início de operação em 1974. O comprimento da barragem é de 2.329m e a altura máxima de 56m. Já o volume do reservatório é de 2.244hm³. São quatro unidades geradoras e a potência da barragem é de 380MW, finaliza Felipe Montoro Jens.
Informações de contato

Assessoria Felipe Montoro Jens

Email

(11) 3042 8847