x

Segunda fase do plano “Niterói que Queremos” tem 34 projetos em vista – Confira com Felipe Montoro Jens

A municipalização do Complexo Esportivo Caio Martins e a realização de PPPs para a criação do Mercado Municipal Feliciano Sodré estão entre os 34 projetos.

(DINO) 13/07/2017
A prefeitura de Niterói (RJ) investirá em 34 projetos planejados para serem realizados até 2020. A medida faz parte da segunda fase do programa “Niterói Que Queremos”. Quem reporta mais informações sobre o assunto é o especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens.

A municipalização do Complexo Esportivo Caio Martins; a realização de Parcerias Público-Privadas (PPPs) para a criação do Mercado Municipal Feliciano Sodré; a revitalização da Orla de Charitas, um programa para aceleração de startups; a criação dos Parques das Lagoas de Itaipu e Piratininga; e a urbanização das três comunidades mais populosas da cidade, a Vila Ipiranga e os morros do Estado e Preventório, estão entre as 34 novas metas da prefeitura de Niterói, reporta Felipe Montoro Jens.

“Esses 34 projetos fazem parte da segunda fase do Programa Niterói Que Queremos, que se estende até 2033. Niterói destaca-se por realizar investimentos que nenhuma outra cidade no País está fazendo. Conseguimos reduzir despesas sem cortar programas sociais, aumentamos a receita sem aumentar impostos. Tudo isso nos permite dar este salto de qualidade”, disse o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves Barreto.

O especialista Felipe Montoro Jens salienta que, ainda no plano de metas para o período 2017-2020, estão a conclusão da segunda fase da Transoceânica, com a implantação do corredor de ônibus BHS; melhorias no transporte público; a ampliação e a modernização da maternidade municipal Alzira Reis; a criação do programa Remédio em Casa; a implantação de 100 quilômetros de malha cicloviária; ações de prevenção à ocupação irregular; e a modernização da Praça Araribóia, no Centro.

Programa Niterói Que Queremos

Lançado em 2013, o plano Niterói Que Queremos prevê ações para melhorar a qualidade de vida da cidade de Niterói até o ano de 2033. A primeira etapa aconteceu de 2013 até 2016. Nessa etapa, foram definidos 32 projetos. No entanto, alguns deles como o estudo para a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) entre Charitas e o Centro e a criação do Mercado Municipal Feliciano Sodré ficaram para essa segunda fase do planejamento, ressalta Felipe Montoro Jens.

Segundo o prefeito Rodrigo Neves, a expectativa é que os projetos iniciem ainda este ano. “Já lançamos o edital para o estudo, que apontará as melhores alternativas para a revitalização, a reforma do prédio e a gestão do Mercado Municipal, que concluiremos no mês que vem [final de julho]. Até o fim do ano faremos o estudo para a implantação do VLT”, afirma Neves.

Para segurança e saúde – até 2020

Para melhorar a segurança, o objetivo é ampliar, até o limite permitido pela lei, o número de guardas-municipais. Também, junto com o plebiscito sobre o armamento da Guarda, será implementado um Centro de Formação e Qualificação da corporação.

Já para melhorar setor da saúde, a prefeitura da cidade, até 2020, tem os desafios de implementar a Fundação Estatal de Saúde e um sistema de prontuário eletrônico e salas informatizadas de vacinação. Outra intenção para o período é atingir 100% de cobertura do Programa Médico de Família para o público-alvo, finaliza o especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens.
Informações de contato

Assessoria Felipe Montoro Jens

Email

(11) 3042-8847